Liga reúne-se com clubes para debater "ajustes ao protocolo" de combate à pandemia

Objetivo é debater "ajustes ao protocolo existente no combate à Covid-19", na sequência da nova norma da DGS que determina que o acesso a eventos desportivos com assistência superior a 5000 espectadores, ao ar livre, e mil espectadores, em recinto fechado, está condicionado à realização de testes de rastreio.

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) convocou esta quarta-feira os clubes e os seus departamentos médicos para uma reunião, com o objetivo de debater "ajustes ao protocolo existente" de combate à pandemia de Covid-19, informou o organismo.

"A Liga Portugal convocou os clubes e respetivos departamentos médicos para uma reunião a realizar-se estar tarde e que servirá para debater e discutirem-se ajustes ao protocolo existente no combate à Covid-19, após a orientação divulgada esta manhã pela Direção-Geral de Saúde [DGS]", informou a LPFP, no sítio oficial na Internet.

Segundo o organismo representativo dos clubes, a reunião, que decorrerá por videoconferência, "permitirá o ajuste de medidas para os jogos da jornada 13" da I Liga e da II Liga, entre quinta-feira e a segunda-feira seguinte, "tendo em conta o atual contexto pandémico".

O organismo informou também sobre as novas condições de acesso aos estádios das equipas dos escalões profissionais, de acordo com a atualização da norma da DGS, assinalando que, nos "recintos cuja lotação seja inferior a 5.000 lugares, apenas é exigido certificado de vacinação à Covid-19 para a entrada de público nos respetivos jogos, com efeito imediato".

"Nos casos em que a lotação seja superior aos já referidos 5.000 lugares, será pedido o certificado de teste, certificado de recuperação ou teste negativo", precisa a LPFP, depois de a 12.ª ronda ter ficado marcada pela suspensão do jogo Belenenses SAD-Benfica.

Devido a um surto do coronavírus SARS-CoV-2 que atingiu jogadores, treinadores e elementos da estrutura do clube - 13 dos quais infetados pela nova estirpe Ómicron -, o Belenenses SAD apresentou-se com nove jogadores no jogo de sábado com o Benfica.

O encontro foi suspenso no início da segunda parte, aos 48 minutos, depois de os 'azuis' terem ficado sem o número mínimo de futebolistas legalmente exigido para o desenrolar de um jogo (sete), numa altura em que o Benfica vencia por 7-0.

A Liga de clubes sustentou a realização do jogo com a ausência de um pedido formal de adiamento, tendo avançado com uma participação para o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que já instaurou um processo com "natureza urgente", para apurar responsabilidades, enquanto o Belenenses SAD pediu a repetição do encontro.

A Covid-19 provocou pelo menos 5.206.370 mortes em todo o mundo, entre mais de 261,49 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.441 pessoas e foram contabilizados 1.147.249 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de