Brilho de Henrique Araújo guia Benfica para a vitória em Paços de Ferreira no fecho da Liga

Na última jornada da I Liga, o Benfica deslocou-se a Paços de Ferreira para cumprir calendário, num jogo que serviu de despedida para Nélson Veríssimo. Veja os golos.

Se em terra de cegos quem tem olho é rei, o rei foi Henrique Araújo que, no meio de tantas tentativas de golo de ambos os lados, foi o único que conseguiu inserir a bola na baliza. O Benfica encerrou a campanha na edição 2021/22 da I Liga com uma vitória por 2-0 em Paços de Ferreira.

Numa partida descomplexada e sem as amarras de um jogo importante, foi o jovem avançado madeirense que conseguiu fazer mexer o marcador e fê-lo por duas vezes.

A visita do Benfica ao Paços de Ferreira marcou o arranque da última jornada da I Liga de futebol, num jogo quase para cumprir calendário. Nélson Veríssimo, na despedida do comando técnico encarnado, lançou vários jovens que venceram a Youth League.

E foi o principal destaque dessa final que começou por fazer estragos. Henrique Araújo, isolado por Tiago Gouveia, não dá hipóteses a André Ferreira e inaugura o marcador aos cinco minutos em Paços de Ferreira.

Os castores esboçam uma resposta pouco depois do quarto de hora de jogo. Perda de bola do Benfica em zona defensiva, Hélder Ferreira cruza, mas Gaitán não consegue o desvio e a bola fica presa nas mãos de Hélton Leite.

Em cima do intervalo, mais uma grande oportunidade para os pacenses. Hélder Ferreira, na cara de Hélton Leite, remata para defesa do brasileiro.

Mas, na resposta, Henrique Araújo bisa na partida. Gil Dias cruza da direita e, ao segundo poste, o jovem avançado encosta para o 2-0.

O jogo segue para intervalo com uma vantagem do Benfica de dois golos na Mata Real.

O recomeço não trouxe muitas novidades. Ataques de parte a parte, mas sem que nenhuma das equipas consiga criar verdadeiro perigo.

Aos 65 minutos, César Peixoto tirou Butzke e Pedro Ganchas para lançar Deni Jr. e Nuno Lima. Nélson Veríssimo respondeu pouco depois: saíram Gilberto, João Mário e Tiago Gouveia e entraram Diogo Gonçalves, Diego Moreira e Martim Neto. Estreia de mais dois jovens vencedores da Youth League nas águias.

O Paços de Ferreira continuava a tentar chegar ao golo, mas sem sucesso. Deni Jr. isolou-se, mas, mais uma vez, Hélton Leite encheu a baliza e impediu o golo pacense.

Se o Benfica aproveitou a última jornada para lançar jovens, o Paços fez o mesmo. Aos 77 minutos, César Peixoto fez entrar Matchoi Djaló e Luís Bastos para os lugares de Lucas Silva e Fernando Fonseca.

O jogo chega mesmo ao fim com o resultado que estava feito ao intervalo. Os encarnados terminam a I Liga no terceiro lugar com 74 pontos. Já o Paços de Ferreira fica (para já) no 10.º com 38 pontos.

Onze do Paços de Ferreira: André Ferreira; Fernando Fonseca, Marco Baixinho, Pedro Ganchas, Delgado; Luiz Carlos, Rui Pires; Hélder Ferreira, Gaitán, Lucas Silva; Butzke.

Onze do Benfica: Helton; Gilberto, Tomás Araújo, Morato, Sandro Cruz; Meïté, Paulo Bernardo, João Mário; Gil Dias, Tiago Gouveia, Henrique Araújo.

Suplentes do Paços de Ferreira: Jeimes, Nuno Lima, Bastos, Ibrahim, Matchoi Djaló, Deni Jr., Pio, Maga, Edmilson Mendes.

Suplentes do Benfica: Svilar, Leo Kokubo, Vertonghen, Yaremchuk, Diogo Gonçalves, André Almeida, Taarabt, Martim Neto e Diego Moreira.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de