Exibição à campeão deixa o Sporting com uma mão no título

Pedro Gonçalves e Paulinho apontaram os golos dos leões frente ao Rio Ave. Veja os golos.

O Sporting está a quatro pontos de se sagrar campeão nacional. No jogo da 31.ª jornada, os leões foram a Vila do Conde bater o Rio Ave por 2-0. Pedro Gonçalves, de grande penalidade e Paulinho, apontaram os golos do clube de Alvalade.

Com este resultado, o Sporting coloca pressão no FC Porto, que joga esta quinta-feira na Luz contra o Benfica. A vitória no Estádio dos Arcos deixar os leões apenas com uma certeza. Na próxima temporada, estará na Liga dos Campeões.

Sem Pedro Porro, que ficou em Lisboa devido a lesão, o treinador Rúben Amorim foi obrigado a mexer na equipa, escolhendo João Pereira para substituir o internacional espanhol. Na baliza, Adán também voltou à titularidade.

No meio campo, Daniel Bragança ficou no banco e João Mário regressou ao eixo central, fazendo dupla com Palhinha.

O Sporting entrou no jogo à campeão, criando várias oportunidades, no primeiro quarto de hora, para marcar. No primeiro lance junto à área do Rio Ave, Nuno Mendes levantou para a área e Coates subiu ao segundo andar e cabeceou ao poste.

Aos 12 minutos, em contra-ataque, o Sporting voltou a criar perigo junto à baliza de Kieszek. Após uma assistência na área de Pedro Gonçalves, Nuno Santos teve espaço e rematou à figura do guardião vila-condense.

A bola acabou pela linha final e, em resultado de um novo pontapé de canto, Palhinha surgiu ao segundo poste e cabeceou ao poste direto da baliza do Rio Ave. Foi uma entrada à campeão da formação leonina.

O Rio Ave tentou responder, mas a defesa liderada por Coates não cedia e mantinha a qualidade demonstrada nos últimos jogos. Aos 27 minutos, o Sporting usou o flanco esquerdo para chegar à baliza adversária. Nuno Santos assistiu Paulinho, que em duas ocasiões, teve tudo para marcar.

Logo a seguir, Paulinho queixou-se de uma mão de Borevkovic na área e o videoárbitro alertou o juiz da partida. Fábio Veríssimo foi ver as imagens e, após alguns minutos de análise, assinalou grande penalidade a favor do Sporting.

Da marca dos onze metros, Pedro Gonçalves não tremeu e bateu Kieszek, abrindo o marcador no Estádio dos Arcos.

Depois do golo, o ritmo de jogo abrandou, mas o Sporting nunca perdeu o caminho da baliza adversária. Por sua vez, o Rio Ave não conseguia penetrar no muro defensivo da formação leonina.

Na segunda parte, Miguel Cardoso incentivou os jogadores do Rio Ave, que surgiu com outra postura, apresentando-se mais organizado no jogo. Com Mané em campo, os vila-condenses conseguiram chegar à área, mas sem perigo para a baliza de Adán.

Contra a corrente do jogo, o Sporting aumentou a vantagem na partida. Após uma abertura para Pote, a defensiva cortou a bola, que sobrou para Paulinho. O reforço de inverno da equipa de Alvalade acreditou na meia distância e apontou um golaço.

Até final, o Sporting soube gerir a vantagem no marcador, acusando algum cansaço físico. Rúben Amorim trocou várias peças numa equipa que mostrou a sua vantagem de devolver ao título que foge ao clube há 19 anos.

Com este triunfo, o Sporting soma agora 79 pontos e tem mais um jogo que o FC Porto, segundo classificado, que defronta esta quinta-feira, na Luz, Benfica, terceiro classificado.

Onze do Rio Ave: Kieszek, Ivo Pinto, Borevkovic, Aderllan Santos e Pedro Amaral; Filipe Augusto, Guga e Francisco Geraldes; Gelson Dala, Fábio Coentrão e Jr Brandão.

Suplentes: Leo Vieira, Nélson Monte, Tarantini, Pelé, Ronan David, Costinha, Mané, Sávio e Gabrielzinha.

Onze do Sporting: Adán, Gonçalo Inácio, Coates e Feddal; João Pereira, Palhinha, João Mário e Nuno Mendes; Pedro Gonçalves, Paulinho e Nuno Santos.

Suplentes: Maximiano, Matheus Nunes, Plata, Antunes, Daniel Bragança, Eduardo Quaresma, Jovane e Dário Essugo.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de