Sonny Colbrelli deixa hospital após colocar desfribilhador interno

O ciclista italiano teve uma paragem cardiorrespiratória no final da primeira etapa da Volta à Catalunha.

O ciclista italiano Sonny Colbrelli (Bahrain-Victorious) deixou este sábado o hospital em Pádua, depois de ter implantado um desfibrilhador interno, na sequência de uma paragem cardiorrespiratória, anunciou este sábado a sua equipa.

"Com base nos resultados dos seus exames clínicos e em acordo com o staff da equipa, Sonny Colbrelli implantou com sucesso a implantação de um desfibrilhador sub-cutâneo", lê-se num comunicado da equipa.

Em 21 de março, o campeão europeu e italiano de fundo sofreu uma paragem cardiorrespiratória e teve de ser reanimado, após cortar a meta em segundo lugar na etapa inicial da Volta à Catalunha.

Colbrelli foi então transportado de urgência para um hospital em Girona, em Espanha, mudando-se em 26 de março para a clínica de cardiologia da Universidade de Pádua.

"Em Pádua, o ciclista foi submetido a um exame clínico [...] para identificar a causa da arritmia que conduziu à paragem cardíaca e para determinar o melhor tratamento", referiu o médico Domenico Corrado, que coordenou a intervenção.

De acordo com a equipa, "a decisão de implantar esse dispositivo foi tomada com Colbrelli".

Colbrelli, de 31 anos, vai continuar a reabilitação em casa e ainda é cedo para determinar se vai continuar a carreira.

O ciclista tinha recuperado recentemente de uma bronquite, que o afastou da Milão-Sanremo.

O atual campeão europeu e italiano de fundo venceu em 2021 o Paris-Roubaix, o maior feito da sua carreira, num ano em que se afirmou no pelotão mundial com vitórias também no Critério do Dauphiné e na Volta à Romandia, entre outras.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de