Veríssimo diz que Boavista é "o jogo mais importante" e recusa abordar Ajax

Treinador do Benfica voltou a frisar que as águias "ainda tem o jogo com o Boavista para fazer".

O treinador do Benfica lembrou esta quinta-feira que o jogo com o Boavista é o mais importante para os objetivos do clube na I Liga de futebol e recusou quaisquer abordagens ao Ajax, próximo adversário no calendário dos encarnados.

Questionado em conferência de imprensa, no Seixal, sobre uma eventual gestão do plantel frente aos axadrezados, tendo em vista o encontro da primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, na quarta-feira, Nélson Veríssimo foi perentório a vincar a sua ideia de que "o jogo mais importante é o de amanhã [sexta-feira]".

"Sabemos o que vem a seguir, mas o mais importante é o jogo com o Boavista, tendo em conta os nossos objetivos nesta Liga. Portanto, a importância está toda centrada no nosso jogo com o Boavista. Acho que está tudo dito", vincou o técnico dos encarnados.

Depois, questionado sobre a fragilidade defensiva do Benfica que, sob o seu comando, sofreu 11 golos em nove jogos, e se a veia goleadora dos holandeses o preocupa face a essa fragilidade, Veríssimo voltou a frisar que o Benfica "ainda tem o jogo com o Boavista para fazer" e assumiu a preocupação sobre esse aspeto, mas para o jogo com os portuenses.

"Reconhecendo esses números de que fala, é uma preocupação que nos tem acompanhado desde o início e nos vai preocupar primeiro e, acima de tudo, para o jogo com o Boavista, sabendo que a seguir vem o Ajax, mas não queremos colocar o foco nesse jogo, porque o Boavista é sem dúvida o mais importante", insistiu.

Até porque o técnico espera "um jogo competitivo" no Bessa, que "certamente não será fácil", mas onde o objetivo do Benfica é "fazer um bom jogo e conquistar os três pontos" frente a uma "equipa do [treinador] Petit, com dinâmicas ofensivas muito interessantes, diferentes à esquerda e à direita" e que é "competente a defender".

Na memória de ambos os treinadores ainda estará o empate (1-1) nas meias-finais da Taça da Liga, no mês passado, em que o Benfica levou a melhor no desempate por grandes penalidades.

Esse duelo mereceu a análise da equipa do Benfica, apesar de ter sido marcado por várias ausências em ambas as equipas, devido aos compromissos das seleções.

"A ideia de jogo e a ideia do treinador vão estar presentes, mas o facto de estarem protagonistas diferentes pode, em função das características individuais, alterar algumas dinâmicas do próprio jogo. Agora, claro está que tivemos em conta o jogo que fizemos com o Boavista na Taça da Liga", admitiu Veríssimo.

O Benfica visita o Boavista na sexta-feira, em encontro que abre a 23.ª jornada da I Liga de futebol e tem início marcado para as 20h15, no Estádio do Bessa, com arbitragem de Rui Costa, da Associação de Futebol do Porto.

A equipa de Nélson Veríssimo segue em terceiro lugar no campeonato, com 50 pontos, e procura encurtar a distância de 10 e quatro pontos para o FC Porto e o Sporting, primeiro e segundo colocados, respetivamente, antes de receber o Ajax, na primeira mão dos 'oitavos' da Liga dos Campeões.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de