Ronaldo bisou, mas não chegou. Juventus eliminada pelo Lyon da Liga dos Campeões

Lyon garantiu lugar na final a oito marcada para Lisboa. Real Madrid eliminado pelo City de Cancelo e Bernardo Silva.

A Juventus venceu esta noite em Turim o Lyon por 2-1, na segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, mas não foi suficiente para garantir um lugar na final 8 em Lisboa. Ronaldo bisou na partida, mas o golo da primeira mão da equipa francesa segurou a vantagem na eliminatória.

Depois de ter sofrido para revalidar o título em Itália, a Juventus tem como objetivo juntar o tão desejado troféu da Liga dos Campeões. Mas para isso, o primeiro obstáculo tinha de ser ultrapassado. Quatro meses depois do jogo da primeira mão dos oitavos de final, a Juventus precisava de anular a desvantagem na eliminatória divida com os franceses do Lyon.

Ora, no primeiro jogo europeu sem público, a equipa de Cristiano Ronaldo (que foi titular), viu acontecer o que não queria, logo nos primeiros minutos de jogo. O Lyon chegou-se à área e conquistou uma grande penalidade. Da marca dos onze metros, o capitão Memphis Depay sacudiu a pressão e executou uma Panenka perfeita para o fundo da baliza de Szczesny. O golo colocou a formação gaulesa com uma vantagem de dois golos na eliminatória.

A Juventus precisava de se concentrar e conseguiu tomar o controlo do encontro. Antes do intervalo, a turma de Sarri conseguiu chegar ao empate. Depay borrou a pintura ao tocar com o braço na bola na área na sequência de um livre de Pjanic. A partir daqui apareceu Ronaldo. O português não falhou a grande penalidade.

Na segunda parte, o Lyon surgiu com um ritmo mais lento, muito por culpa da maior agressividade dos elementos dos campeões italianos. E Ronaldo, o líder da equipa, não queria perder tempo. Aos 60 minutos, tirou dois adversários do caminho e aplicou uma bomba de pé esquerdo que foi embater no poste de Anthony Lopes, acabando no fundo da baliza francesa. A Juventus colocou-se em vantagem no jogo, mas faltava um golo para conseguir colocar-se na frente da eliminatória.

Até ao final do jogo, o Lyon conseguiu segurar a vantagem no conjuntos de ambos os jogos, dificultando o trabalho ofensivo da equipa de Sarri.

No outro jogo da noite, o Manchester City confirmou o favoritismo frente ao Real Madrid. A equipa de Pep Guardiola inaugurou o marcador logo aos nove minutos por intermédio de Sterling. Mas os campeões espanhóis responderam e, aos 28 minutos, Benzema cabeceou para o empate.

Na segunda parte, os citizens de Bernardo Silva e João Cancelo aumentaram a vantagem na eliminatória com um golo, aos 68 minutos, de Gabriel Jesus, carimbando um bilhete para Lisboa.

Onze da Juventus: Szczesny; Cuadrado, de Ligt, Bonucci, Alex Sandro; Bentancur, Pjanic, Rabiot; Bernardeschi, Cristiano Ronaldo e Higuaín.

Onze do Lyon: Anthony Lopes; Denayer, Marcelo, Marcal; Dubois, Caqueret, runo, Aouar, Cornet; Ekambi, Depay.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de