Inês Cardoso

Os cancros por diagnosticar

Atravessamos dias raros na nossa vida democrática e em nada se pode minimizar a relevância da reunião de hoje do Conselho de Estado, sem dúvida motivo obrigatório de qualquer análise do dia. Muito menos se pode admitir a relativização da importância dos anúncios que Marcelo Rebelo de Sousa reserva para o país. Hoje o tema da dissolução da Assembleia da República estará sobre a mesa do Conselho, mas é do presidente da República a competência exclusiva para marcar a data das eleições, com todas as implicações que isso tem para as prioridades do país e para as questões internas dos principais partidos à Direita.