"A maior ameaça à democracia é a dos regimes autoritários"

"A maior ameaça à democracia é a dos regimes autoritários"

Sociólogo e professor universitário, tornou-se conhecido do país através da política - foi ministro da Educação, da Cultura, da Defesa e dos Negócios Estrangeiros. Esteve nos governos de Guterres, Sócrates e de António Costa. Nos intervalos da governação, enquanto dirigente do PS, foi muitas vezes convocado para o trabalho político de "malhar na direita". Tem 65 anos e parece ter desistido do sonho de acabar a carreira pública na academia. É, agora, o Presidente da Assembleia da República.

"Quase todos os portugueses têm um familiar emigrado"

Votos dos emigrantes. "Quatro deputados não podem representar quase cinco milhões de portugueses"

José Cesário defende que o número de deputados eleitos pelo círculo da Europa não corresponde à quantidade de portugueses espalhados pelo continente, e postula que estes votantes não sejam mais "ignorados". Em entrevista com Fernando Alves, na Manhã TSF, admite também que Rio já não tem condições políticas para continuar na liderança, e reconhece que, com o tempo, a Assembleia da República tem ficado mais pobre na sua composição.

António Filipe

António Filipe defende "aprofundamento do voto presencial" nas comunidades portuguesas

O deputado do PCP durante mais de 30 anos explica que o Chega tem direito a apresentar um candidato à presidência do Parlamento. Entrevistado por Fernando Alves na Manhã TSF, António Filipe refere, no entanto, que o candidato "terá de se submeter à votação" dos deputados "tal como todos os outros". No momento em que abandona o Parlamento, António Filipe garante ainda que irá manter-se "o mais ativo possível" na vida política nacional, ainda que "do lado de fora" do hemiciclo.