Comunicar é ainda mais essencial em tempos de crise

A atual pandemia veio demonstrar que a comunicação é um ponto-chave na vida empresarial e que, em tempos de crise, ganha uma responsabilidade acrescida.

A comunicação é um ser vivo. Alimenta-se dos conteúdos que incessantemente precisamos distribuir, evolui, adapta-se, sobrevive sempre, independentemente dos obstáculos que vai encontrando ao longo do caminho.

Em contextos de crise, a comunicação toma uma responsabilidade acrescida.

Nos últimos meses, assistimos a uma mudança de paradigma. A total ausência de comunicação interpessoal levou à migração massiva para plataformas digitais, quer de chat, quer de vídeo, que ajudaram de sobremaneira a suavizar o impacto social da pandemia causada pela Covid-19.

Também no que respeita aos social media, houve um incremento de impressões e likes. As comunidades digitais são mais importantes do que nunca e as redes sociais são uma ferramenta poderosa para construir e manter ligações.

Nos negócios, a comunicação com clientes foi também alvo de uma nova estratégia, baseada no omnicanal e numa base digital. Para ser precisa, não se trata propriamente de uma nova estratégia, mas sim de uma aceleração e reforço dos canais de comunicação digitais que faziam já parte das estratégias das marcas. O conteúdo em vídeo, o comércio eletrónico, as plataformas digitais, as aplicações móveis, os podcasts e os influencers saem reforçados neste contexto, e as marcas que melhor trabalham estes canais de forma complementar, são as que obtêm melhores resultados e aquelas que menos sentiram os impactos desta crise.

Na dimensão interna e de capital humano, duas tendências que se previam ganhar força nos próximos anos foram também aceleradas. Por um lado, o teletrabalho, que era ainda marginal e que, com resultados positivos nesta quarentena, se prevê que se mantenha de forma parcial, ajudando ao tão desejado equilíbrio profissional e familiar.

Por outro lado, a organização do trabalho e a comunicação entre equipas através de meios eletrónicos. Plataformas de gestão de projetos e canais de videoconferência cresceram inevitavelmente e prevê-se que se mantenham pala além da Covid-19, já que 94% das empresas admitem que a videoconferência aumentou a produtividade das suas equipas.

Na estruturação de um Plano de Continuidade do Negócio, no desenvolvimento de um plano estratégico de gestão de crise, assim como na definição de um plano de restruturação interna, a comunicação é um elemento-chave que todos os gestores e consultores devem valorizar.

Estes e outros conselhos estão disponíveis para ouvir na página do Minuto Moneris onde a consultora dá os melhores conselhos de governação para a rentabilização dos negócios das empresas.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de