A quatro metros de altura. Crianças equatorianas atiradas por cima de muro que separa EUA do México

Imagens de videovigilância captaram as crianças a serem lançadas por cima da cerca numa zona remota perto de El Paso, entre os Estados Unidos da América e o México.

Duas crianças do Equador foram atiradas por cima de uma cerca, com quatro metros de altura, que separa os Estados Unidos da América do México.

As duas irmãs, de cinco e três anos, foram lançadas por um traficante, mesmo na fronteira entre os dois países, em Mt. Cristo Rey, Novo México, perto de El Paso, durante a noite desta terça-feira. As menores foram depois resgatadas pelos serviços de alfândegas e fronteiras dos EUA e levadas para o hospital, adianta a NBC.

As crianças já tiveram alta e ficaram sob a guarda das autoridades norte-americanas, que procuram identificar os traficantes. As autoridades de patrulha de fronteiras acreditam tratar-se de uma ação de grupos de tráfico humano, e caracterizaram a ação como "terrível e cruel". O chefe do Departamento de Segurança Interna também prestou declarações sobre o caso, considerando o abuso de crianças por pessoas ligadas ao tráfico humano "moralmente repreensível".

As estatísticas oficiais indicam que há mais de 18 mil crianças migrantes sob custódia dos EUA.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de