Austrália decreta confinamento total em Sidney para travar variante Delta

O país registou nesta semana 80 casos de Covid-19, todos relacionados com um motorista que transportava tripulações de companhias aéreas do aeroporto de Sydney para os hotéis de quarentena.

As autoridades australianas decretaram este sábado o confinamento total da cidade de Sidney, durante duas semanas, para combater um novo surto de coronavírus causados pela variante Delta, considerada mais contagiosa.

Após terem decretado, na sexta-feira, o confinamento de quatro bairros do centro de Sidney, as autoridades decidiram hoje alargar a medida a toda a metrópole, a mais populosa da Austrália, com mais de cinco milhões de habitantes.

A Austrália enfrenta um surto com a variante Delta, detetado na semana passada.

O país, que tem tido sucesso no combate à pandemia, registou nesta semana 80 casos de Covid-19, todos relacionados com um motorista que transportava tripulações de companhias aéreas do aeroporto de Sydney para os hotéis de quarentena.

"A variante Delta está a provar ser um inimigo particularmente temível", disse o ministro da Saúde do estado de Nova Gales do Sul, cuja capital é Sydney.

Desde o início da pandemia, a Austrália contabilizou cerca de 30.400 casos de Covid-19 e 910 mortos.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos 3.903.064 vítimas em todo o mundo, resultantes de mais de 179.931.620 casos de infeção diagnosticados oficialmente, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de