Bélgica novamente afetada por fortes tempestades

Chuvas intensas atingiram 11 cidades do vale do Meuse, no sul do país. Ainda há sete pessoas por localizar depois do temporal de há dez dias.

A Bélgica está, este sábado, a ser novamente atingida por fortes tempestades, dez dias depois das inundações que causaram a morte de pelo menos 36 pessoas e que causou o desaparecimento, ainda por resolver, de outras sete.

Esta tarde, a chuva provocou grandes inundações em Namur e Brabant Wallon, já após o Instituto Meteorológico da Bélgica ter emitido um aviso que levou à tomada de medidas de precaução por algumas localidades.

Não houve vítimas, resultantes deste novo temporal, adiantou um porta-voz do centro nacional de crise à AFP por volta das 23h00, que adiantou ainda que a situação climatérica estava "estável".

As chuvas intensas afetaram 11 cidades no vale do Meuse (sul da Bélgica) desde o anoitecer deste sábado, onde se formaram impressionantes torrentes de água, que lembram as imagens das enchentes de 14 e 15 de julho. Os testemunhos captados no local mostram carros arrastados pelas águas e ruas com caudais elevados.

No entanto, o porta-voz do centro de crise nacional, Antoine Iseux, especificou que a situação não era "de forma alguma comparável" com a das recentes inundações.

Algumas das localidades belgas afetadas pelas inundações da semana passada reforçaram este sábado as medidas de precaução, após o Instituto Real de Meteorologia da Bélgica ter emitido alerta laranja para novas tempestades, durante o fim de semana.

O governador da província de Liége, no sudeste da Bélgica, uma das mais afetadas pelas inundações da semana passada, convocou uma reunião de crise e colocou em alerta os serviços de proteção civil, bombeiros e exército.

"Não estamos na mesma situação quanto à precipitação. O princípio da precaução obriga a isso, não posso ter um discurso que consista em dizer que não vai acontecer nada", afirmou Hervé Jamar.

Também a presidente da câmara de Limburg, no norte do país, recomendou à população para que saísse das zonas alagadas desde a semana passada, dado que a tempestade pode sobrecarregar novamente as áreas afetadas.

Na cidade de Verviets, próximo de Liége, as autoridades transformaram um centro desportivo, para acolher pessoas que o desejem.

O Instituto Real de Meteorologia da Bélgica prevê para a manhã de domingo novas tempestades, "muito mais localizadas no espaço e no tempo do que na semana passada", mas não descarta a possibilidade de "inundações ocasionais".

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de