Brasileira Petrobras descobre petróleo no pré-sal do litoral do Rio de Janeiro

Poço em causa está fixado numa área de pré-sal e será agora analisado.

A estatal brasileira Petrobras anunciou que descobriu petróleo num poço exploratório, numa área de águas ultraprofundas no pré-sal, no sul da Bacia de Campos, localizada no litoral do Rio de Janeiro.

"A Petrobras identificou a presença de hidrocarbonetos em poço pioneiro do bloco C-M-657, localizado no pré-sal da Bacia de Campos. O poço (...) está localizado a aproximadamente 308 quilómetros da cidade do Rio de Janeiro, em profundidade de água de 2.892 metros, sendo constatada a presença de hidrocarboneto em reservatórios carbonáticos da secção pré-sal", indicou a companhia, num comunicado a que a Lusa teve hoje acesso.

O poço em causa está fixado numa área de pré-sal (área de reservas petrolíferas que fica debaixo de uma profunda camada de sal) e será agora analisado, de forma a que seja avaliado o potencial da descoberta e para direcionar as atividades de exploração na área.

O bloco em causa, adquirido em março de 2018, na 15.ª ronda de licitação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, sob regime de concessão, encontra-se na porção sul da Bacia de Campos. A Petrobras é operadora do bloco e detém 30% de participação, em parceria com ExxonMobil (40%) e Equinor (30%).

Há 43 anos em atividade, a Bacia de Campos, no litoral fluminense, tem sido marcada, nos últimos tempos, pelo declínio na produção de petróleo, à medida em que o pré-sal na Bacia de Santos, no litoral de São Paulo, tem surgido como uma nova esperança para a estatal brasileira.

Contudo, a nova descoberta da Petrobras traz a possibilidade de um aumento de produção na Bacia de Campos.

"O Rio de Janeiro tem-nos dado muitas alegrias, como este anúncio da descoberta, em águas ultraprofundas no pré-sal na Bacia de Campos. Ainda estamos a avaliar o seu potencial, mas é uma perspetiva positiva", afirmou o diretor de Relacionamento Institucional da Petrobras, Roberto Ardenghy, citado pelo jornal O Globo.

Recomendadas

Patrocinado

Apoio de