Forças ucranianas dizem ter atingido cruzador russo que lidera frota no mar Negro

O chefe da administração militar regional de Odessa divulgou que o Exército ucraniano atingiu o cruzador russo Moskva com mísseis.

As forças ucranianas atingiram com mísseis Neptuno o cruzador de mísseis russo Moskva, que lidera a frota da Rússia no mar Negro, causando "danos graves", adiantou na quarta-feira à noite fonte militar da Ucrânia.

O chefe da administração militar regional de Odessa, Maksym Marchenko, divulgou na rede social Telegram que o Exército ucraniano atingiu o cruzador russo Moskva com mísseis, segundo noticiou a agência Ukrinform.

"Os mísseis Neptuno que 'guardam' o mar Negro causaram danos muito sérios no navio russo", realçou Marchenko.

Segundo o Ministério da Defesa russo, o navio de guerra sofreu "um intenso incêndio e subsequente detonação de munição" e, embora "tenha sofrido sérios danos", a tripulação foi retirada.

O comunicado de Moscovo acrescenta as causas do incêndio estão agora a ser investigadas.

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já matou quase dois mil civis, segundo dados da ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior.

A guerra causou a fuga de mais de 11 milhões de pessoas, mais de 4,5 milhões das quais para os países vizinhos.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE A GUERRA NA UCRÂNIA

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de