"Help!" Hospitais nos EUA fazem apelo à população com anúncios nos jornais

As instituições médicas recorreram aos jornais para apelar aos cidadãos que façam a sua parte e ajudem a combater o número de internamentos recorde nos hospitais.

Os hospitais nos Estados Unidos da América estão a pôr anúncios nos jornais a pedir ajuda, por causa da pandemia de Covid-19. Depois de um hospital no estado do Minnesota ter ocupado uma página inteira a avisar que os serviços estavam sobrelotados e que os profissionais de saúde estavam destroçados, agora são seis instituições médicas da área de Cleveland, no Ohio, a recorrer aos jornais para fazer um apelo à população.

No estado norte-americano do Ohio, nas últimas 24 horas, o recorde de infeções por coronavírus desde o início da pandemia, com 12.501 casos. A subida exponencial está a levar a números de hospitalizações nunca antes vista na área.

Os médicos dos hospitais confessam que os serviços de saúde não antecipavam esta explosão de casos e sublinham, no anúncio publicado no The Plain Dealer, o maior jornal do Ohio, que a maioria dos doentes internados não estão vacinados contra a Covid-19, de acordo com a CNN.

"Precisamos da vossa ajuda. Temos agora mais pacientes Covid nos nossos hospitais do que alguma vez tivemos. E a larga maioria não estão vacinados", lê-se na publicação.

As instituições médicas apelam a que os cidadãos façam a sua parte e ajudem a escoar os hospitais, que já estão a deixar para trás cirurgias e outros tratamentos.

Para responder à situação de esgotamento nos hospitais, o governador do Ohio já mobilizou mais de mil profissionais da guarda nacional que vão aliviar o serviço dos profissionais de saúde.

A Covid-19 já matou mais de 830 mil pessoas nos Estados Unidos da América. O número de pessoas infetadas no país, desde o início da pandemia, é superior a 52 milhões.

LEIA TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de