Irão ultrapassa os 4 mil mortos devido à Covid-19 mas regista queda nas novas infeções

Últimos dados mostra uma tendência de descida do número de novos contágios.

As autoridades de Teerão anunciaram, esta quinta-feira, mais 117 mortes devido ao novo coronavírus, o que faz aumentar para 4.110 mortos o balanço oficial da pandemia no Irão, um dos países mais afetados pela Covid-19

"Detetámos 1.634 novos casos, o que faz aumentar o número total de casos confirmados para 66.220", adiantou o porta-voz do Ministério da Saúde, Kianuche Jahanpur, na sua conferência de imprensa diária.

Jahanpur saudou o povo iraniano por ter seguido até agora as instruções das autoridades de saúde visando impedir uma maior propagação da doença no país.

"Devemos a redução do número de casos da doença à participação do nosso querido povo, assim como ao envolvimento" do pessoal de saúde, disse.

A República Islâmica, que anunciou a 19 de fevereiro os primeiros casos de infeção na cidade de Qom (centro), é o país mais afetado pela pandemia de Covid-19 no Médio Oriente.

No estrangeiro, alguns suspeitam que os números oficiais iranianos são subestimados.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia de Covid-19, já infetou mais de 1,5 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 87 mil.

Dos casos de infeção, cerca de 280 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

LEIA TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de