Israel lança satélite "espião" para recolher informações do Irão

O satélite foi colocado em órbita a bordo de um foguetão israelita.

Israel lançou esta segunda-feira com êxito um satélite "espião" a partir de uma base no centro do país, anunciou o Ministério da Defesa israelita, reforçando os meios para vigiar as atividades do Irão, segundo a imprensa local.

"O Ministério da Defesa israelita e a empresa Indústrias Aeroespaciais de Israel [IAI, na sigla em inglês] lançaram com sucesso o satélite de reconhecimento 'Ofek 16'" às 04:00 horas locais (02:00 em Lisboa), informou o Ministério da Defesa em comunicado.

O satélite de observação eletro-ótico (capaz de capturar fotografias a uma grande distância), com "capacidades avançadas", foi colocado em órbita a bordo do foguetão Shavit.

Segundo a nota, o satélite será submetido a "uma série de testes" para determinar "o seu nível de desempenho".

"O lançamento bem sucedido do satélite Ofek 16 durante a noite é mais um feito extraordinário para a indústria da defesa e para as Indústrias Aeroespaciais de Israel em particular", disse em comunicado o ministro da Defesa, Benny Gantz.

"A superioridade tecnológica e os serviços de informações são essenciais para a segurança do Estado de Israel (...). Continuaremos a reforçar e manter as capacidades de Israel em toda a parte e em todas as frentes", acrescentou o governante.

O Ministério da Defesa não forneceu mais pormenores sobre a missão do satélite, mas segundo a rádio pública israelita, citada pela agência de notícias France-Presse (AFP), o dispositivo faria parte do controlo das atividades nucleares do Irão.

Teerão é o principal inimigo de Israel, que teme que o seu rival adquira armas nucleares e bases militares nas suas fronteiras com a Síria, onde Teerão apoia o presidente sírio, Bashar al-Assad, contra as várias rebeliões.

O antigo presidente do Irão Mahmoud Ahmadinejad tinha apelado à "limpeza" do estado hebraico do mapa.

Recomendadas

Patrocinado

Apoio de