"Não perdoamos, não esquecemos. Vamos caçar-vos e fazer-vos pagar"

Biden afirmou que os ataques desta tarde eram esperados, mas que isso não vai alterar a estratégia definida para a saída dos EUA do Afeganistão.

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, prometeu esta quinta-feira "caçar e fazer pagar" os autores do duplo atentado bombista e do ataque armado junto ao aeroporto de Cabul, Afeganistão, atribuído ao grupo extremista Estado Islâmico (EI).

"Não esqueceremos, não perdoaremos e vamos caçar-vos e fazer-vos pagar", disse Joe Biden, depois de um momento emocionado em que relembrou a morte do filho, ele próprio um antigo combatente militar.

Num discurso transmitido ao final da tarde em Washington, Biden afirmou que os ataques desta tarde eram esperados, mas que isso não vai alterar a estratégia definida para a saída dos EUA do Afeganistão.

O líder do Comando Central dos Estados Unidos, general Kenneth McKenzie, confirmou esta quinta-feira 12 mortes e 15 feridos nos ataques desta tarde em Cabul.

Um responsável do Ministério da Saúde do governo afegão afirmou à BBC que o número de feridos é de, pelo menos 140, e que há pelo menos 60 mortos resultantes dos ataques.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de