Paulo Flores recorda Burity como a voz do "orgulho em ser angolano"

No Instagram, o músico homenageou Carlos Burity, que morreu aos 67 anos.

O músico angolano Paulo Flores lamentou esta quarta-feira a perda do cantor Carlos Burity, enaltecendo o seu contributo para a construção da identidade angolana.

"Serás eterno, Carlos Burity. Agradeço profundamente todo o teu contributo para a construção da identidade que nos une. O teu Semba foi sempre 'a voz que me faz suportar o orgulho em ser angolano'", escreveu Paulo Flores, também ele um dos cantores mais populares deste género musical, na sua conta de Instagram.

"A dor não deixa que as palavras definam o tamanho da perda...um gigante, a verdadeira e definitiva voz do Semba", referiu ainda o artista angolano.

Paulo Flores recordou ainda a morte, na véspera, do "gigante" Waldemar Bastos, outro dos expoentes da música angolana.

"Cabe a nós não deixar morrer a nossa música e a nossa cultura, em nome destes gigantes que nos deixam a todos mais pobres, mais tristes, mas mais seguros do que somos e queremos ser. Obrigado, Waldemar, obrigado, Burity, sempre nos iremos socorrer da vossa arte para nos reencontramos com os nossos princípios e a nossa emoção", enalteceu Paulo Flores.

Carlos Burity faleceu hoje, aos 67 anos, na Clínica Girassol, em Luanda, vítima de doença.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de