Reino Unido compra mais 35 milhões de doses da vacina da Pfizer

O objetivo é preparar eventuais doses de reforço e prevenir novas variantes que possam surgir.

O Reino Unido vai comprar mais 35 milhões de doses da vacina da Pfizer que devem ser entregues a partir do segundo semestre do próximo ano, com o objetivo de preparar eventuais doses de reforço ou prevenir novas variantes que possam surgir.

"Enquanto continuamos a construir este muro de defesa contra a Covid-19, também é vital que façamos tudo o que conseguirmos para proteger o país para o futuro - seja do vírus como o conhecemos ou de novas variantes", disse o ministro da Saúde britânico, Sajid Javid, citado pela agência Reuters.

Deste modo, o Reino Unido já encomendou à Pfizer 135 milhões de doses da vacina. Destas, 40 milhões já foram entregues e 60 milhões estão previstas para este outono.

Enquanto a variante Delta continua a espalhar-se pelo mundo, os especialistas debatem a possível necessidade de doses de reforço para uma maior imunidade ao vírus. O governo britânico está, neste momento, a preparar um programa de reforço para pessoas maiores de 50 anos e clinicamente vulneráveis. Sobre este assunto, está previsto para setembro um parecer científico mais conclusivo do Comité Conjunto de Vacinação e Imunização.

Já nos Estados Unidos, a agência norte-americana do medicamento, FDA (Food and Drug Administration), anunciou a aprovação total da vacina da Pfizer para pessoas com 16 ou mais anos.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de