Rússia anuncia destruição de depósito de munições para obuses norte-americanos

De acordo com o porta-voz do Ministério da Defesa, o ataque russo ocorreu em Rozdolivka, na região do Donbass.

As autoridades russas anunciaram esta terça-feira que destruíram, com mísseis lançados do ar, um depósito de projéteis de 155 milímetros para obuses norte-americanos M-777, conhecidos como Howitzer, no leste da Ucrânia.

O porta-voz do Ministério da Defesa, major-general Igor Konashenkov, sublinhou que o ataque russo ocorreu em Rozdolivka, na região do Donbass.

"Durante o dia, mísseis de alta precisão lançados do ar atingiram três postos de controlo, 36 áreas onde se concentram soldados e equipamentos militares, uma divisão de artilharia autopropulsada da 14.ª brigada mecanizada nas proximidades de Soledar e seis depósitos de munições" em várias localidades na região de Donetsk, referiu o porta-voz.

Estes ataques a armazéns de munições incluem "um grande depósito de projéteis de 155 milímetros para obuses norte-americanos M-777, em Razdolovka", disse Konashenkov.

A guerra na Ucrânia, iniciada em 24 de fevereiro, causou já a fuga de mais de 14 milhões de pessoas de suas casas -- cerca de oito milhões de deslocados internos e mais de 6,3 milhões para os países vizinhos -, de acordo com os mais recentes dados da ONU, que classifica esta crise de refugiados como a pior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Também segundo as Nações Unidas, cerca de 15 milhões de pessoas necessitam de assistência humanitária na Ucrânia.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE A GUERRA NA UCRÂNIA

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de