Situação a bordo do Ocean Viking é "muito tensa"

Navio já registou um caso suspeito de Covid-19 que acabou por não ser confirmado.

A situação a bordo do navio humanitário tem vindo a agravar-se nas últimas horas. O barco tem quase 200 migrantes a bordo e continua sem autorização para atracar, apesar dos vários pedidos que tem feito nos últimos dias, como explicou o porta-voz da organização não-governamental SOS Méditerranée à TSF.

"A situação é muito tensa", reconhece depois de um pedido de "evacuação médica" de 44 pessoas em "situação psíquica muito grave" dirigido às autoridades italianas e maltesas. "Algumas tentaram mesmo tornar-se violentas para com os outros, estamos naturalmente exaustos por tudo o que passámos nos últimos dias."

O barco fez sete pedidos de desembarque, sendo que dois já foram rejeitados e outros cinco estão sem resposta. Perante esta espera por uma autorização, o porta-voz da ONG garante que não há falta de água ou medicamentos no navio, mas reconhece que a situação está a piorar.

"Estamos equipados para aguentar mais algum tempo, mas a situação não pode durar eternamente", alerta Francesco Creazzo, que cita o direito internacional para exigir que o desembarque seja feito "imediatamente após o resgate".

"Já passaram sete dias desde os primeiros resgates e continuamos à espera. Apesar do trabalho que as nossas equipas médicas estão a levar a cabo, estas pessoas estão num estado físico e mental muito crítico", sublinha.

Devido à pandemia de Covid-19, os resgates estiveram parados durante mais de três meses e ainda há dificuldades nas operações. De momento não há qualquer caso de Covid-19 no navio, mas uma pessoa já teve de ser resgatada.

"Não podemos fazer testes porque não temos um laboratório a bordo, mas o que a equipa médica está a fazer é estar atenta aos sintomas e, se houver casos suspeitos, as pessoas são evacuadas", explica o responsável. A bordo há também desinfetantes.

A pessoa evacuada esteve "isolada numa das divisões clínicas a bordo" e, uma vez que a febre "não baixava", foi necessária a evacuação. À chegada a terra acabou por testar negativo "felizmente".

O Ocean Viking transporta 180 pessoas, incluindo duas mulheres e 25 menores, sendo que 17 deles viajam sozinhos. Há pessoas de 13 nacionalidades a bordo e a SOS Méditerranée continua a pedir aos governos europeus e às autoridades marítimas de Itália e Malta que lhes seja concedida autorização para atracar num porto europeu.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de