Tailândia adia lançamento da campanha de vacinação com AstraZeneca

Vários países europeus suspenderam a administração da vacina do laboratório, mas a Agência Europeia do Medicamento afirmou que não existem provas, até ao momento, de um aumento de risco de coagulação sanguínea em pessoas vacinadas contra a Covid-19.

A Tailândia decidiu adiar o lançamento da campanha de vacinação com a AstraZeneca, disse esta sexta-feira um responsável da saúde, devido aos receios de que esta possa causar coágulos de sangue.

"Embora a qualidade da AstraZeneca seja boa, alguns países decidiram adiar [a sua utilização]", uma medida de precaução que será também seguida na Tailândia, disse o conselheiro do comité nacional responsável pela campanha de vacinação contra a Covid-19 no país, Piyasakol Sakolsatayadorn, numa conferência de imprensa.

Vários países europeus suspenderam a administração da vacina do laboratório anglo-sueco. Contudo, a Agência Europeia do Medicamento (EMA) afirmou na quinta-feira que não existem provas, até ao momento, de um aumento de risco de coagulação sanguínea em pessoas vacinadas contra a Covid-19.

Ainda assim, o regulador europeu afirmou que entende a decisão de suspender o uso da vacina como "uma precaução" e frisou que o comité de avaliação de risco em matérias de vigilância farmacológica continua a analisar casos de forte coagulação sanguínea "reportados em associação temporal com a vacina".

A Tailândia registou desde o início da pandemia 85 mortos e mais de 26 mil infetados.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 2.621.295 mortos no mundo, resultantes de mais de 117,9 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

Em Portugal, morreram 16.635 pessoas dos 812.575 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de