União Europeia anuncia participação de Biden em cimeira no mês de junho

Presidente norte-americano vai visitar Bruxelas para um encontro sobre o combate à Covid-19 e "clima, segurança e multilateralismo".

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, anunciou esta quinta-feira que irá ter lugar, em junho, uma cimeira entre os Estados Unidos e a União Europeia (UE), que contará com a presença do Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.

"Tenho o prazer de anunciar, junto com [a presidente da Comissão Europeia, Ursula] von der Leyen, uma cimeira UE-Estados Unidos com o Presidente, Joe Biden, durante a sua viagem a Bruxelas em junho", lê-se numa mensagem publicada por Charles Michel na sua conta oficial da rede social Twitter.

O presidente do Conselho Europeu acrescenta que os Estados Unidos e a UE estão a "juntar forças" no combate à Covid-19 e em matéria de "clima, segurança e multilateralismo".

Do seu lado, Ursula von der Leyen também disse que "terá o prazer de dar as boas-vindas ao Presidente dos Estados Unidos Biden a Bruxelas, para a cimeira UE-EUA, durante a sua próxima viagem à Europa em junho de 2021".

"Temos muito para fazer juntos, das alterações climáticas ao clima, do comércio e multilateralismo aos desafios geopolíticos", refere a presidente da Comissão Europeia também no Twitter.

Segundo fontes europeias, na cimeira em questão Joe Biden reunir-se-á com Von der Leyen e Charles Michel, mas não com os líderes dos 27 Estados-membros da UE.

Ainda que não haja data confirmada para a cimeira, o encontro deverá ter lugar por ocasião da cimeira de líderes da NATO a 14 de junho, que também irá ocorrer na capital belga.

O anúncio surge numa altura em que a Casa Branca confirmou hoje que a primeira deslocação de Joe Biden ao estrangeiro será à Europa, no âmbito da cimeira do G7 - entre 11 e 13 de junho na Cornualha, Reino Unido - e da cimeira da NATO.

A vinda de Joe Biden à Europa estava a ser planeada com minúcia, de maneira a conseguir articular a deslocação do Presidente com as três cimeiras em questão: G7, NATO e UE.

Contrariamente ao seu predecessor, Donald Trump, Joe Biden tem sublinhado a importância das alianças para a sua administração, tendo mostrado o desejo de "reconstruir e restabelecer" as parcerias dos Estados Unidos".

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de