Últimas

"Meu Deus, parece que eu estou no centro do mundo." Chiziane "nas nuvens" com prémio Camões

"Meu Deus, parece que eu estou no centro do mundo." Chiziane "nas nuvens" com prémio Camões

O telefone ainda não parou de tocar na casa da escritora moçambicana. Ao fundo da conversa, surge amiúde uma voz masculina noutro telefone. Tem sido assim nas últimas 24 horas, chamada atrás de chamada. No bairro da periferia de Maputo, Paulina Chiziane vive um sonho : "Estou nas nuvens um pouco, mas vou caindo na real". E numa gargalhada rouca, conta que a notícia do Prémio Camões foi tão inesperada que ia pegando fogo à cozinha, deixando a panela ao lume: "fiquei sem jantar".