Efeito Web Summit no turismo de Lisboa

Outubro e novembro foram os melhores meses do turismo da capital. Dois meses que registaram 40% das dormidas.

No concelho de Lisboa, em outubro e novembro de 2021, os hotéis venderam 1.827.422 dormidas, foram os melhores meses do ano e coincidem com a organização na capital da Web Summit (nos primeiros dias de novembro) e que contou com 40 mil participantes.

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), em novembro foram registadas 862 mil dormidas, o que supera o número de dormidas de 2016, primeiro ano em que se realizou a Web Summit na capital portuguesa e "que representaram 24,2% do total" nacional.

Segundo o relatório da atividade turística do INE, publicado esta sexta-feira, "o setor do alojamento turístico registou, em novembro de 2021, 1,5 milhões de hóspedes o que é um aumento 265,5% face ao mesmo mês de 2020".

No mesmo período "foram contabilizados 3,6 milhões de dormidas, correspondendo a um aumento de 287,7%".

Mas "face a novembro de 2019 (antes da pandemia), o número de hóspedes diminuiu 17,0% e as dormidas decresceram 12,4%".

Em novembro, registaram-se aumentos das dormidas em todas as regiões. A Área Metropolitana de Lisboa concentrou 31,4% das dormidas em novembro, seguindo-se o Algarve (18,5%), o Norte (17,6%) e a Região Autónoma da Madeira (14,4%).

Em novembro, Lisboa registou 862,4 mil dormidas, que representaram 24,2% do total.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de