Greve do Metro do Porto não assegura nem serviços mínimos

Entre as 06h00 e a 01h00, haverá autocarros disponíveis para clientes portadores de título Andante entre a Póvoa de Varzim e a Senhora da Hora (Linha Vermelha), com paragens nas estações de Metro da Póvoa, Vila do Conde e Senhora da Hora. No segmento entre o Fórum Maia e o ISMAI, existe um serviço de autocarros em vaivém, com paragem naquelas duas estações.

Nesta terça-feira, o Metro do Porto volta a estar parado, já que os trabalhadores cumprem mais um dia de greve. À semelhança do que aconteceu na sexta-feira, não há serviços mínimos.

Hélder Silva, dirigente do Sindicato dos Maquinistas, adianta, em declarações à TSF, que está previsto o encerramento das linhas da Póvoa, ISMAI, Matosinhos e Fânzeres. "Vai circular apenas entre a Senhora da Hora e o Estádio do Dragão e a linha de Gaia. A estação do Dragão estará encerrada."

O representante do Sindicato dos Maquinistas assegura ainda que as greves continuarão até se chegar a um acordo, para 2021/2022.

Entre as 06h00 e as 01h00, o Metro do Porto disponibiliza autocarros nas ligações entre a Póvoa de Varzim e a Senhora da Hora e entre o Fórum Maia e o ISMAI. Nesta terça-feira, há jogo da Liga dos Campeões no Estádio do Dragão, e, por motivos de segurança, a estação que serve o estádio estará encerrada.

A greve de maquinistas da Metro do Porto está registou na sexta-feira uma adesão de perto de "100%, ao nível dos associados" do Sindicato dos Maquinistas.

O representante contou que o protesto que nesta terça-feira se repete visa reivindicar melhores condições de trabalho e uma atualização salarial. "Aceitamos os aumentos propostos pela empresa, o problema aqui é a vigência do acordo. A empresa quer impor a vigência para três anos, nós só queremos para dois", afirmou.

Na sua página na Internet, o Metro do Porto refere que, devido a greve, o serviço estará "muitíssimo condicionado" nesta terça-feira terça-feira.

As linhas Azul (A), Vermelha (B), Verde (C), Violeta (E) e Laranja (F) não vão funcionar nesta data, existindo apenas circulações muito pontuais na Linha Amarela (D) e no tronco comum entre as estações Senhora da Hora e Estádio do Dragão.

Tal como nos restantes períodos dos dois dias de greve, o Metro do Porto recomenda a utilização da rede de autocarros STCP e de outros operadores rodoviários para aceder ao Estádio.

O Metro do Porto disponibiliza um serviço de transportes alternativos em autocarro em segmentos das linhas Vermelha e Verde.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de