Costa apela ao voto e "não quer ninguém a dormir"

O primeiro-ministro voltou a colar Rui Rio a Passos Coelho, referindo que "a atual direção do PSD quer fingir que é diferente da anterior"

António Costa apela ao voto, e "não quer ninguém a dormir" a 30 de janeiro, marcando as diferenças para Rui Rio. No domingo, os comícios do partido ficaram marcados por momentos musicais: a número dois por Braga cantou ópera, e em Viana do Castelo, o primeiro-ministro dançou o "vira".

Em Braga, Elisabete Matos abriu o comício a cantar o hino do partido, a cantora de ópera é a número dois dos socialistas pelo círculo eleitoral minhoto, e levou António Costa a admitir que "é quase impossível falar depois de ouvir a versão cantada do hino de campanha".

O primeiro-ministro, no entanto, voltou a colar Rui Rio a Passos Coelho, referindo que "a atual direção do PSD quer fingir que é diferente da anterior", mas "pensam exatamente o mesmo daquilo que praticaram no passado".

António Costa lembra que Rui Rio "não quer aumentar o salário mínimo, nem diminuir o IRS", fica dependente do crescimento económico, mas para o PS, o futuro "é o que nós construirmos".

Mas o grande apelo de António Costa é no voto, com o atual primeiro-ministro a recordar que "as eleições só são ganhas no dia das eleições.

"Tenho ouvido muitas pessoas a dizer que está ganho. Alto! O que temos de fazer é acordar, não deixar ninguém dormir. Para continuarmos a avançar", atirou.

De Braga, para Viana do Castelo, com o mesmo foco: Rui Rio e apelos ao voto. Com o presidente da federação distrital, Miguel Alves, a fazer a analogia com um ovo.

"Não sei quem vai ganhar estas eleições, mas sei quem vai perder. Quem vai perder, é quem achar que pode contar com este ovo no sítio onde estas galinhas o guardam", disse.

António Costa aproveitou para repetir que "não há vitórias antecipadas com as sondagens, porque as eleições só contam com cada voto na urna".

Costa alertou, de novo, "que ninguém vai ao engano" com Rui Rio, já que "os rendimentos não vão subir", ao contrário do que prometem os socialistas.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de