Mais de 80% defende recolher obrigatório se contágio da Covid se agravar

A sondagem da Aximage para TSF/JN mostra que apenas 19% discordam da medida. Os inquiridos dividem-se sobre um novo confinamento. Hospitais, cafés e restaurantes são vistos como locais de risco de contágio.

Com o aumento do número de casos de infeção por Covid 19, existe uma larga maioria favorável a um recolher obrigatório caso se agrave a crise sanitária. De acordo com a sondagem da Aximage para a TSF/JN, 81% dos inquiridos defendem que o Governo e as autoridades de Saúde devem avançar com um recolher obrigatório, como já acontece noutros países.

A opinião é partilhada pelos inquiridos de todas as idades, regiões e partidos, com um ligeiro recuo junto dos eleitores da Iniciativa Liberal. No total, apenas 19% discordam desta eventual medida.

Quando são questionados sobre o cenário de um novo período de confinamento, com a chegada do tempo frio, metade dos inquiridos (50%) rejeita e 39% consideram que seria uma medida acertada.

Caso avançasse esse eventual novo confinamento, as opiniões dividem-se entre quem defende um confinamento "igual ao anterior" (33%), "mais exigente" (31%) e "menos exigente" (31%). Mas regista-se uma inversão em relação a setembro quando eram mais favoráveis as opiniões sobre um confinamento "mais exigente".

Mais de metade dos inquiridos consideram que é baixa (40%) ou muito baixa (16%) a possibilidade de serem infetados, tendo em conta os locais que frequentam, as pessoas com quem convivem e os cuidados que têm. Mas regista-se que a perceção do risco subiu em relação a setembro.

Existe também uma mudança de opinião sobre os locais de maior risco para o contágio: as festas, grandes ajuntamentos e transportes públicos são ainda aqueles apontados como de "maior risco"mas regista-se uma subida da perceção de risco associada a hospitais, cafés, restaurantes e lojas. No fundo da tabela estão as farmácias e as escolas.

Metade dos inquiridos nesta sondagem conhecem alguém que tem ou já teve Covid 19, outros 48% respondem que não.

Ficha técnica

A sondagem foi realizada pela Aximage para a TSF e o JN, com o objetivo de avaliar a opinião dos Portugueses sobre temas relacionados com a Covid 19. O trabalho de campo decorreu entre os dias 22 e 26 de outubro, Foram recolhidas 694 entrevistas entre maiores de dezoito anos residentes em Portugal. Foi feita uma amostragem por quotas, com sexo, idade e região, a partir do universo conhecido, reequilibrada por sexo e escolaridade. À amostra de 694 entrevistas, corresponde um grau de confiança de 95% com uma margem de erro de 3.70%. A responsabilidade do estudo é da Aximage Comunicação e Imagem Lda., sob a direção técnica de José Almeida Ribeiro.

Recomendadas

Patrocinado

Apoio de