"O que temos é uma opção muito clara: é entre continuar a avançar com o PS ou recuar com o PSD"

Costa desceu a rua de Santa Catarina, no Porto, acompanhado de uma enorme multidão. "É um sinal muito importante da energia que o país está a mobilizar para uma grande votação".

Ladeado de centenas de pessoas, algumas com bastante peso político, como João Pedro Matos Fernandes e Pedro Siza Vieira, António Costa quis deixar claro que não quer "o jogo do pingue-pongue" com o líder do PSD.

O que temos uma opção muito clara. É entre conitnuar a avançar com o PS ou recuar com o PSD", disse, em declarações aos jornalistas.

Costa diz que a energia que sente naquela que já foi a casa política do principal adversário nesta eleição "é um sinal muito importante da energia que o o país está a mobilizar para uma grande votação".

O secretário-geral socialista sublinha que estão reunidas todas as condições de segurança" para o ato eleitoral, marcado para domingo. António Costa deseja uma grande votação no PS "para garantir a estabilidade e o progresso do país para virar definitivamente a página da pandemia".

Num banho de multidão durante a arruada em Santa Catarina, no Porto, António Costa pede que os portugueses reflitam e decidam "o que querem para os próximos anos".

"Este é o momento de os portugueses falarem, decidirem o que desejam para os próximos anos", pedindo "um esforço para a unidade nacional, que nos permita passar a página da pandemia e recuperar o país".

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de