Parlamento aprova audição urgente do ministro da Defesa sobre prejuízo com aviões C-295

A comissão parlamentar de Defesa vai agora agendar as reuniões com João Gomes Cravinho e Álvaro Santos Pereira.

O parlamento aprovou esta quarta-feira, por unanimidade, requerimentos de PSD e BE para uma audição do ministro da Defesa, com urgência e em reunião extraordinária, sobre prejuízos do Estado português na compra de 12 aviões C-295.

A iniciativa dos bloquistas, aprovada na comissão parlamentar de Defesa, incluiu também a audição do antigo ministro da Economia do Governo PSD/CDS-PP Álvaro Santos Pereira, uma vez que o negócio e processo de compra daquelas aeronaves de transporte tático à empresa europeia Airbus Defense and Space (ADS) começou em 2012.

A comissão parlamentar de Defesa vai agora agendar as reuniões com João Gomes Cravinho e Álvaro Santos Pereira.

O Tribunal de Contas (TdC) concluiu no início de agosto que o Estado português perdeu 9,25 milhões de euros de compensação pela falta de contrapartidas na compra dos aviões C-295, também utilizados para patrulha marítima.

O texto do PSD elencou ainda como assuntos a esclarecer com Gomes Cravinho: a "derrapagem" no custo das obras de reabilitação do antigo Hospital Militar de Belém para cerca de 2,6 milhões de euros - mais de três vezes os 750 mil inicialmente estimados -, bem como o processo de aquisição de drones pelo Exército para vigilância de fogos florestais.

Recomendadas

Patrocinado

Apoio de