Rio e a "expectativa" de lotação do Avante!. Líder do PSD faz comparação com estádios

A organização do Avante! tem-se reunido com a DGS e assegurou que as regras de higiene e segurança vão ser cumpridas.

Rui Rio está expectante em relação à redução do número de pessoas que o Governo vai anunciar para a lotação da Festa do Avante!, depois de Marta Temido ter referido que 100 mil pessoas era a capacidade máxima e que tinha de ser revista.

No Twitter, o líder do PSD invoca as declarações da ministra da Saúde e lembra o limite de lotação da festa do Partido Comunista Português, frisando que uma redução para metade corresponde "ao Estádio do Porto ou do Sporting completamente cheios".

O tema da Festa do Avante! tem dado muito que falar depois de o Governo ter proibido os festivais de verão até ao final de setembro. O PCP sempre deixou claro que esta é uma festa política e não um festival, o que permite regras diferentes.

A organização do evento, que além da iniciativa política inclui tradicionalmente concertos, exposições, debates, espaços de restauração e espaços de campismo para os espetadores, tem reunido com técnicos da Direção-geral da Saúde.

Na conferência de imprensa de apresentação do evento deste ano, no passado dia 4, o principal responsável da organização, Alexandre Araújo, garantiu que serão cumpridas escrupulosamente as regras de distanciamento e higiene impostos pelas autoridades.

O dirigente do PCP confirmou que a venda de bebidas alcoólicas, por exemplo, vai respeitar "legislação e regras em vigor", pois "neste momento é proibida a sua venda depois das 20h00, à exceção de estabelecimentos de restauração" e será isso que se vai passar nas quintas da Atalaia e do Cabo da Marinha, Amora, Seixal, entre 4 e 6 de setembro.

Contudo, evitou adiantar números de bilhetes já vendidos ou qualquer previsão de visitantes.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de