Rui Moreira diz que se eleições fossem em outubro "seria muito mau" devido a Orçamento

O presidente da Câmara do Porto admitiu esperar que durante esse tempo seja possível "recolher assinaturas" e fazer uma campanha "junto das pessoas".

O presidente da Câmara do Porto afirmou hoje que "já calculava" que as eleições autárquicas se realizassem a 26 de setembro, defendendo que se fossem em outubro "seria muito mau" ao coincidirem com a discussão do Orçamento do Estado.

"Já calculava que as eleições fossem no dia 26 de setembro", afirmou hoje o independente Rui Moreira.

Em declarações aos jornalistas, o autarca do Porto disse não ter ficado admirado com a decisão do Conselho de Ministros, defendendo que se as eleições fossem adiadas para outubro seria "muito mau", uma vez que "logo a seguir vai haver a discussão do Orçamento do Estado".

"Se vai começar em outubro a discussão do Orçamento [do Estado], poluir uma coisa com a outra, parecia mal", disse.

Rui Moreira admitiu ainda esperar que durante esse tempo seja possível "recolher assinaturas" e fazer uma campanha "junto das pessoas".

A ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, anunciou hoje que o Conselho de Ministros fixou a data de 26 de setembro para a realização das eleições gerais para os órgãos representativos das autarquias locais.

Questionada pelos jornalistas sobre se o Governo pondera adiar as eleições em função de um agravamento da situação pandémica, Mariana Vieira da Silva referiu que Portugal "tem condições para realizar eleições em segurança".

"E isso mesmo foi confirmado no passado mês de janeiro [eleições presidenciais] e assim prosseguiremos, mantendo os calendários, os prazos e as obrigações democráticas em condições de segurança", assegurou.

À Câmara do Porto são já conhecidas as candidaturas de Ilda Figueiredo (CDU), Sérgio Aires (BE), Vladimiro Feliz (PSD), Tiago Barbosa Ribeiro (PS), Diogo Araújo Dantas (PPM), André Eira (Volt Portugal), António Fonseca (Chega) e a recandidatura do independente Rui Moreira.

Em Portugal há 308 municípios (278 no continente, 19 nos Açores e 11 na Madeira) e 3.092 juntas de freguesia (2.882 no continente, 156 nos Açores e 54 na Madeira).

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de