Transportes bracarenses envelhecidos: CDU culpa governo por atraso nas indemnizações compensatórias

Jerónimo de Sousa visitou os Transportes Urbanos de Braga, uma empresa municipal com 230 motoristas e 30 trabalhadores de oficinas.

O secretário-geral do PCP esteve, esta tarde de quinta-feira, de visita aos Transportes Urbanos de Braga (TUB). Jerónimo de Sousa teve um encontro com a administração da empresa municipal e depois cumprimentou trabalhadores e visitou as oficinas.

Os trabalhadores manifestaram algum desagrado com as condições de trabalho, mas também com o estado atual da frota dos TUB, muito envelhecida. Jerónimo de Sousa alertou para a ausência de indemnizações compensatórias do Estado e responsabilizou o governo pelo atual estado dos TUB, mas também para o necessário aumento de oferta, num concelho que, em contraciclo com o país, aumentou o número de população.

Cá fora, abrigados da chuva no telheiro da entrada, enquanto esperamos por Jerónimo de Sousa ouvimos trabalhadores, à porta, lamentarem 11 anos seguidos sem aumento. "Qualquer dia estamos a receber o ordenado mínimo", dizia um deles em conversa para o lado. Talvez por isso, à espera do secretário-geral do PCP estava a comissão sindical.

"Já há bastante tempo que vimos ouvindo que vão melhorar as condições de trabalho dos trabalhadores", explica Manuel Sousa que quer mais para as oficinas, mas também pensa nos passageiros. "É verdade, e vamos fazer fé que querem melhorar a qualidade dos autocarros, mas têm vindo muito aos poucochinhos", referindo que os TUB, em Braga, estão longe de ter as mesmas regalias e de serem tratados da mesma forma que os STCP (no Porto) ou a Carris (Lisboa).

Enquanto acompanhamos a visita de Jerónimo de Sousa não podemos deixar de reparar que a frota que temos pela frente está, de facto, cansada, muito usada. Muitos autocarros a gasóleo, visivelmente antigos, alguns, dizem, "comprados já em segunda mão". De acordo com Manuel Sousa, "comprados ao Porto, que lá não serviam, mas servem para Braga".

Um concelho que está em contraciclo com o país, pois até tem mais 11 mil habitantes para utilizar os transportes públicos. Bárbara Barros, candidata da CDU à Câmara de Braga, explica que a visita serve para "valorizar os trabalhadores e os serviços públicos", mas também para sublinhar as "questões que estão na ordem do dia como a mobilidade".

O secretário-geral do PCP mudou a direção da conversa para a redução dos preços praticados nos transportes públicos, uma luta do PCP a nível nacional, e explica no áudio o que consegui o Partido Comunista também para a região bracarense, valorizando o esforço da empresa por estar a tentar "recuperar viaturas em segunda mão", algo provocado pela ausência das indemnizações compensatórias.

Jerónimo de Sousa de visita aos TUB, em Braga, uma empresa municipal com 230 motoristas e 30 trabalhadores de oficinas.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de