Alerta em Lisboa, avanços e recuos no desconfinamento e outros destaques TSF

Conselho de Ministros reuniu-se esta quinta-feira para reavaliar a situação pandémica no país: dois concelhos recuam no desconfinamento, dois não mudam de situação e um avança.

Mais uma quinta-feira, mais uma atualização sobre a forma como o país desconfina. O concelho de Lamego ficou a saber que pode dar um passo em frente mas, por outro lado, Arganil e Golegã dão um passo atrás. Lisboa, Chamusca, Salvaterra de Magos e Vale de Cambra estão agora em alerta.

A PSP explicou, esta quinta-feira, que escolheu revelar já hoje o plano para a final da Champions para evitar uma repetição, no Porto, do que aconteceu em Lisboa com a festa do Sporting. A polícia não recebeu indicações das autoridades de Saúde ou do Governo, mas também não quis deixar a conferência de imprensa apenas para esta sexta-feira.

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, revelou no Parlamento que o Governo vai recorrer à requisição civil dos inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras nos aeroportos para responder à greve marcada para junho por um dos sindicatos. É uma "preocupação de segurança nacional".

Entretanto, o primeiro-ministro já alertou que o país não pode ficar "desarmado" em termos de segurança nas suas fronteiras com essa mesma greve.

E se devemos ler sempre as letras pequeninas dos contratos, elas vão deixar de existir em alguns dos contratos ditos de adesão. É já a partir de 25 agosto que, em conjunto com o pouco espaçamento entre linhas, passam a ser expressamente proibidos nos contratos com cláusulas contratuais gerais, previamente redigidas por bancos, seguradoras, ginásios ou fornecedores de telecomunicações ou gás.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de