Cinco concelhos de três distritos do continente em risco máximo

Mais de 80 concelhos de vários distritos de Portugal continental estão em risco elevado.

Os concelhos de Loulé, São Brás de Alportel e Tavira, no distrito de Faro, Gavião, em Portalegre, e Mação, em Santarém, apresentam esta segunda-feira risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O IPMA colocou também em risco muito elevado de incêndio os concelhos de Vila do Bispo, Lagos, Portimão, Monchique, Silves, Alcoutim, Castro Marim e Vila Real de Santo António (Faro), Almodôvar (Beja), Portalegre, Marvão, Castelo de Vide, Nisa (Portalegre) e Idanha-a-Nova, Vila Velha de Ródão, Proença-a-Nova, Sertã, Vila de Rei (Castelo Branco).

Em risco muito elevado de incêndio estão igualmente os concelhos de Ferreira do Zêzere, Tomar, Sardoal, Abrantes Constância, Vila Nova da Barquinha, Abrantes, Chamusca e Alcanena (Santarém), Figueira de Castelo Rodrigo (Guarda), Mirandela e Macedo de Cavaleiros (Bragança).

Mais de 80 concelhos de vários distritos de Portugal continental estão em risco elevado.

De acordo com o IPMA, o risco de incêndio vai intensificar-se em algumas regiões de Portugal continental pelo menos até sexta-feira.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de