Da crise migratória à Covid-19, conheça as vencedoras do Concurso Sardinhas 2021

As sardinhas vencedoras serão disponibilizadas ao público, a partir de dia 12 de junho, em vários espaços da cidade de Lisboa.

Mais de 2600 ilustrações, oriundas de 42 países, chegaram às mãos do júri do Concurso Sardinhas 2021, mas apenas dez saíram vencedoras. Foram eleitas 7 sardinhas portuguesas, uma brasileira, uma bielorrussa e uma francesa, sendo que o autor de cada uma delas receberá um prémio no valor de 1.000€, assinalando o 10.º aniversário do concurso.

"A pandemia e as vacinas, os migrantes, a cultura, o ambiente ou o Santo António, quase tudo serviu de inspiração para a criação de novas sardinhas, cuja originalidade não facilitou a tarefa do júri composto por Filipe Melo, Luís Royal, Joana Astolfi, Carolina Deslandes e Jorge Silva", pode ler-se num comunicado enviado às redações.

Ao longo dos dez anos do concurso, registaram-se mais de 50 mil concorrentes, mas este ano há uma novidade. As sardinhas vencedoras serão disponibilizadas ao público, a partir de dia 12 de junho, no Atelier-Museu Júlio Pomar, Museu da Marioneta, Museu do Aljube - Resistência e Liberdade, Museu do Fado, Museu de Lisboa - Palácio Pimenta, Museu de Lisboa - Santo António, Museu de Lisboa - Teatro Romano, Casa Fernando Pessoa, Museu Bordalo Pinheiro e LU.CA - Teatro Luís de Camões.

"O desafio é simples: reunir a nova coleção das 10 sardinhas, "pescando" uma a uma em cada um destes 10 espaços culturais da EGEAC", explica a organização.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de