Greve para Metro do Porto em dia de clássico

A paralisação acontece no dia em que se realiza, no Dragão, o jogo FC Porto-Benfica. Por motivos de segurança, a Estação Estádio do Dragão vai estar encerrada e sem serviço. Como forma de minimizar os efeitos da greve, a empresa Metro do Porto vai disponibilizar um serviço de transportes alternativos em autocarro nos segmentos das linhas Vermelha e Verd

Na cidade do Porto vai ser um dia difícil para quem se desloca de metro, o Sindicato dos Maquinistas marcou uma greve de 24 horas para esta quinta-feira e há várias linhas encerradas. Em comunicado, a empresa indica que só estão previstas ligações pontuais na Linha Amarela, entre o Porto e Vila Nova de Gaia e entre as estações da Senhora da Hora e Campanhã. Todas as outras estão encerradas. A informação foi confirmada à TSF por Hélder Silva, do Sindicato dos Maquinistas, que diz que a adesão à greve ronda os 100%. "Apenas circulam composições no tronco comum e na linha de Gaia, mas é uma circulação residual com pessoas que têm contrato precário. Estão encerradas linhas do Senhor de Matosinhos, Póvoa Varzim, ISMAI, Aeroporto e Fânzeres. A linha da Senhora da Hora também está muito limitada, só funciona até à estação de Campanhã".

A paralisação acontece no dia em que se realiza, no Dragão, o jogo FC Porto-Benfica. Por motivos de segurança, a estação Estádio do Dragão vai estar encerrada e sem serviço. Como forma de minimizar os efeitos da greve, a empresa Metro do Porto vai disponibilizar um serviço de transportes alternativos em autocarro nos segmentos das linhas Vermelha e Verde.

Assim, entre as 06h00 desta quinta-feira e a 01h00 de sexta-feira haverá autocarros disponíveis para clientes portadores de título Andante entre a Póvoa de Varzim e a Senhora da Hora (Linha Vermelha), com paragens nas estações de Metro da Póvoa, Vila do Conde e Senhora da Hora. De igual modo, no segmento entre o Fórum Maia e o ISMAI existirá um serviço de autocarros em vaivém, com paragem naquelas duas estações.

A greve à prestação de todo e qualquer trabalho, para o período entre as 00h00 e as 24h00 desta quinta-feira, foi convocada pelo Sindicato dos Maquinistas, em representação dos trabalhadores da ViaPorto, subconcessionária operacional do metro do Porto, que exige aumentos salariais e melhores condições de trabalho.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de