Há 29 concelhos portugueses com incidência acima dos 480 casos

Portimão, Proença-a-Nova, Sousel e Vila do Bispo registam os valores mais altos e estão acima do limiar definido pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças.

Portugal tem esta sexta-feira 29 concelhos com incidência do coronavírus SARS-CoV-2 superior a 480 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, menos três do que na última sexta-feira.

Segundo os dados divulgados no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), há 209 concelhos com uma incidência superior a 120 casos de infeção pelo vírus SARS-COV-2 por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias (menos nove).

Destes 209 concelhos, 29 registam incidência cumulativa a 14 dias superior a 480 casos entre 29 de julho e 11 de agosto.

Acima do limiar máximo e mais de 960 casos por 100 mil habitantes, de acordo com as categorias definidas pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC), estão quatro concelhos: Portimão (986), Proença-a-Nova (1.947), Sousel (970) e Vila do Bispo (1.321).

Os dados da DGS indicam ainda que, nos últimos 14 dias, 123 concelhos ultrapassaram os 240 casos de infeção por 100 mil habitantes.

Sem qualquer caso de infeção pelo novo coronovírus nos últimos 14 dias estão agora 10 concelhos, mais três do que na semana passada: Calheta (Açores), Castanheira de Pêra, Constância, Corvo (Açores), Freio de Espada à Cinta, Manteigas, Marvão, Mesão Frio, Penedono e Santa Cruz das Flores (Açores).

No final do mês de julho, o Conselho de Ministros definiu que o nível de risco na matriz de monitorização da pandemia de covid-19 passaria a fixar-se em 480 casos por 100 mil habitantes a 14 dias em vez dos anteriores 240, decidindo também que deixaria de haver medidas diferenciadas por concelhos.

A Direção-Geral da Saúde continua, por sua vez, a divulgar dados por concelhos com referência à incidência cumulativa que "corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada".

A covid-19 provocou pelo menos 4.333.013 mortes em todo o mundo, entre mais de 205,3 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.537 pessoas e foram registados 998.547 casos de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de