Incêndio em lar de Lisboa obriga a realojar mais de 40 idosos

Fogo ocorreu na Estrutura Residencial para Pessoas Idosas - ERPI designada Premium Care, que se encontra licenciada.

O Instituto da Segurança Social (ISS) informou este sábado que alguns dos 43 idosos do lar em Lisboa que sofreu um incêndio na cave ficam com as famílias e outros estão a ser realojados em equipamentos pertencentes à mesma instituição.

Em resposta escrita a um pedido de esclarecimento enviado este sábado pela Lusa, o ISS adiantou que o incêndio ocorreu na Estrutura Residencial para Pessoas Idosas - ERPI designada Premium Care que se encontra licenciada.

Inicialmente, a PSP disse que teriam de ser realojados cerca de 50 utentes, mas agora o ISS precisou que foram 43.

A Comissário Sónia Pestana adiantou que as chamas deflagraram às 14h58, na cave do lar, na Rua Ferreira Lapa, em Lisboa, sendo ainda desconhecida a sua origem.

Por precaução, três utentes e um funcionário foram transportados ao hospital de São José, por inalação de fumo.

A responsável acrescentou que "o edifício não sofreu danos estruturais, mas que, devido ao fumo no seu interior, por forma cautelar e atendendo ao facto de serem idosos, mais vulneráveis, os utentes vão ser realojados noutro local, ainda desconhecido".

Na resposta à Lusa, o ISS garantiu estarem a ser "tomadas as diligências necessárias ao respetivo realojamento" dos idosos.

"Assim, alguns utentes estão já à guarda das respetivas famílias, sendo que os restantes se encontram a ser transportados para outros equipamentos pertencentes à mesma instituição", refere a nota.

O Instituto da Segurança Social "tem técnicos no terreno a acompanhar toda a situação, que estão em contacto permanente com a Proteção Civil".

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de