"Próximas horas vão ser muito críticas." Incêndio em Monchique dado como dominado

Foram iniciadas as operações de rescaldo e consolidação.

O incêndio que deflagrou este sábado em Monchique, no distrito de Faro, foi dado como dominado às 07h15, mantendo-se ainda 451 operacionais no terreno, 155 veículos e oito máquinas de arrasto.

O presidente da Câmara de Monchique, Rui André, pede cuidado.

"As próximas horas vão ser muito críticas, vamos ter de estar muito atentos a possíveis reacendimentos e, por isso, vai manter-se todo o dispositivo no terreno de forma a não termos surpresas. Vão também manter-se os meios aéreos, que vão começar a operar a partir de agora. Vamos esperar que se possa fazer um bom rescaldo", explicou à TSF Rui André.

O autarca diz que se contaram dois mil hectares ardidos nos concelhos de Monchique e Portimão.

"Para já, no concelho de Monchique arderam 600 hectares, sendo que no concelho de Portimão arderam cerca de 1400. Em Monchique, o prejuízo em termos de área ardida foram, essencialmente, 130 hectares de sobreiros, 210 de eucaliptos e a maior parte do restante foi mato", contou o presidente da Câmara de Monchique.

O trabalhado depois das chamas vai ser muito.

"Estamos neste momento no seguimento do anterior incêndio, de 2018, numa missão hercúlea de redesenhar esta paisagem e território, não só aqui em Monchique mas também Silves e os concelhos limítrofes. É necessário fazer aqui uma alteração da paisagem para que a floresta seja mais resiliente. Obviamente que, com o envolvimento dos proprietários, isso nem sempre é fácil, mas há necessidade de fazer isso para não esperarmos sempre o mesmo resultado", acrescentou Rui André.

No balanço efetuado pelas 07h30, fonte oficial do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro adiantou que durante a noite não foi necessário proceder a quaisquer evacuações ou cortes de estradas, depois de durante a tarde de sábado terem sido retiradas 30 pessoas das suas habitações (incluindo os utentes de um lar não licenciado).

O incêndio começou na zona do Tojeiro, freguesia de Marmelete, concelho de Monchique, com o alerta a ser dado cerca das 13h30 de sábado. Devido ao vento, o fogo passou para o concelho de Portimão, na freguesia da Mexilhoeira Grande, durante a tarde de sábado.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de