Mais de oito mil alunos em isolamento profilático por causa da Covid-19

A região de Lisboa concentra a maioria dos casos.

Pelo menos 8.700 alunos estão em isolamento profilático por causa da Covid-19. Os números são revelados pelo jornal Público, a partir de dados dos coordenadores regionais para a pandemia, no território do continente.

Só na região de Lisboa e Vale do Tejo estão de quarentena 6.407 alunos, quase três quartos de todos os casos conhecidos nas escolas nacionais. Se somarmos os professores e auxiliares, são mais de 7 mil e 100 pessoas que foram da escola para casa, em isolamento profilático, devido à Covid-19.

O Público, que fez um levantamento a partir de informações dos coordenadores regionais da pandemia, revela que na região Centro há 1053 alunos em casa, mais 89 professores e auxiliares.

No Algarve, também por serem considerados contactos de risco, estão em casa 211 alunos, entre os quais 19 crianças com menos de seis anos.

Na região Norte foram revelados dados apenas de dois concelhos: Braga e Paredes de Coura, por serem os concelhos com uma incidência superior a 120 casos por 100 mil habitantes. Só em Braga e Paredes de Coura, há 1056 alunos e profissionais isolados.

Braga tem quatro surtos ativos, com 50 casos confirmados de Covid-19 entre alunos e profissionais nas escolas. Já em Paredes de Coura, há 19 infetados com o coronavírus nas escolas.

De fora destas contas ficaram grandes concelhos do Norte, como o Porto, Vila Nova de Gaia, Guimarães ou Maia.

O Alentejo também não entra neste retrato. O Público não conseguiu dados, mas lembra que se trata da região mais idosa do país e com uma taxa mais elevada de pessoas vacinadas.

O jornal Público sublinha que é a primeira vez que se faz um retrato mais detalhado sobre as quarentenas nas escolas.

Desde 8 de abril que a Direção-Geral de Saúde não atualiza estes dados e, na altura, divulgou apenas os surtos ativos, não o número de estudantes em isolamento profilático.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de