Tráfico de armas. Seis detidos em ação de grande envergadura da PSP em três distritos

A operação Scorpion decorre desde as 05h00 em Lisboa, Setúbal e Faro. Está em causa o cumprimento de mais de 50 mandados de detenção e mandados de busca, domiciliária e não domiciliária. Já foram efetuadas seis detenções.

A PSP está a desenvolver neste momento uma operação de grande envergadura de combate ao tráfico armas, controlo de armas e explosivos, e investigação criminal. Já foram até ao momento registadas seis detenções, bem como "a apreensão de seis armas de fogo, uma reprodução de arma de fogo, duas armas brancas, viaturas automóveis, motociclos, uma quantidade não determinada de estupefacientes e também de dinheiro, computadores e telemóveis", adianta, em declarações à TSF, o superintendente da PSP Pedro Moura.

"Executámos mais de 50 mandados de busca domiciliária e não domiciliária, cinco mandados de detenção fora de flagrante delito." Todas as diligências decorreram sem incidentes, e as equipas estão agora a regressar às suas unidades. Ainda é possível, contudo, que venha a haver mais detenções e apreensões ao longo do dia.

A operação, designada Scorpion, está a desenrolar-se desde as 05h00 em três distritos do país: Lisboa, Setúbal e Faro. Está em causa o cumprimento de mais de 50 mandados de detenção e mandados de busca, domiciliária e não domiciliária.

Na operação estão envolvidos 200 agentes. A investigação está a cargo do Departamento de Armas e Explosivos da Direção Nacional da PSP, e conta também com a participação de efetivos policiais do Departamento de Investigação Criminal da PSP, do Comando Metropolitano de Lisboa, dos Comandos Distritais de Faro e Setúbal, da Unidade Especial de Policia através do Grupo de Operações Especiais e Corpo de Intervenção e da Unidade de Intervenção da Guarda Nacional Republicana.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de