Pedro Nuno Santos garante manutenção das rotas da TAP para os Estados Unidos

Os administradores nomeados pelo Estado ficam até ao final do mandato, ou seja, até 2021. Antonoaldo Neves vai ser substituído por solução interina.

O Ministro das Infraestruturas assegura que o acordo para a saída de David Neeleman da TAP garante a manutenção das rotas para os Estados Unidos. Em entrevista ao Jornal de Negócios, Pedro Nuno Santos garante que estas rotas são um dos legados que deixa o acionista na companhia aérea portuguesa.

Pedro Nuno Santos elogia ainda o sentido patriótico de Humberto Pedrosa, o outro acionista privado da empresa, e garante que os administradores indicados pelo Estado, vão manter-se em funções, pelo menos até ao fim do ano.

Os seis administradores nomeados pelo Estado, incluindo Diogo Lacerda Machado e Miguel Frasquilho, vão manter-se em funções até ao final do ano, altura em que termina o mandato. Quanto a Antonoaldo Neves, presidente executivo, vai sair sem qualquer indemnização, permanecendo no cargo até que a tutela nomeie um novo administrador interino.

O Ministro das Infraestruturas lembra ainda que as negociações com a União Europeia para a reestruturação da TAP vão ser "duras" e que o processo vai ser "doloroso".

Pedro Nuno Santos acrescenta ainda que a cooperação com Azul é legado de Neeleman na TAP, explicando que o crescimento de uma companhia influencia o crescimento da outra.

Recomendadas

Patrocinado

Apoio de