PGR abre inquérito após ameaças a três deputadas e SOS Racismo

Fonte do Ministério Público confirma à TSF que todos os factos divulgados recentemente serão objeto de investigação.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) instaurou um inquérito na sequência das ameaças dirigidas a três deputadas e à Associação SOS Racismo. A informação foi confirmada à TSF por fonte da PGR.

Em causa está um e-mail enviado à SOS Racismo e assinado por "Nova Ordem de Avis - Resistência Nacional. Na mensagem, estão ameaças dirigidas à Associação liderada por Mamadou Ba e às deputadas Mariana Mortágua, Beatriz Dias e Joacine Katar Moreira.

"Informamos que foi atribuído um prazo de 48 horas para os dirigentes antifascistas e antirracistas incluídos nesta lista, para rescindirem das suas funções políticas e deixarem o território português", lê-se no e-mail a que a TSF teve acesso.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de