Santana Lopes lamenta "balanço trágico" de naufrágio na Figueira da Foz

O autarca salientou a "resposta rápida" dos meios de socorro, depois do alerta dado às 06h54.

O presidente da câmara da Figueira da Foz lamentou este sábado o "balanço trágico" do naufrágio de uma embarcação, esta manhã, na costa daquele concelho, do qual resultaram quatro mortos e um ferido grave.

"O balanço é trágico, são quatro vidas que se perderam e uma pessoa num estado considerado grave a receber assistência no hospital", lamentou Pedro Santana Lopes em declarações transmitidas pela SIC Notícias, na praia do Hospital, na freguesia de S. Pedro, na Figueira da Foz, distrito de Coimbra.

O autarca salientou a "resposta rápida" dos meios de socorro, depois do alerta dado às 06h54.

"[Houve uma] resposta pronta dos meios quer aéreos quer terrestres, os meios responderam com rapidez, mas infelizmente nada havia a fazer. Um helicóptero da Força Aérea, que chegou rápido, mais meios marítimos, tudo acorreu rapidamente (...). O que não quer dizer que se consigam salvar todas as vidas", referiu.

Segundo o autarca, a embarcação naufragada é de pesca desportiva e "terá sido apanhada numa vaga", durante "uma situação com muito nevoeiro".

Segundo um comunicado da Autoridade Marítima Nacional (AMN) entretanto divulgado, os quatro tripulantes seguiam numa embarcação marítimo-turística, que transportava cinco pessoas.

Nas operações de socorro participaram meios da Capitania do Porto da Figueira Foz, bombeiros sapadores e voluntários da Figueira da Foz, INEM e Instituto de Socorros a Náufragos.

Os trabalhos de busca e resgate contaram ainda com o apoio de um helicóptero da Força Aérea.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de