A cápsula da Space X passou o teste e já está de regresso à Terra

Missão cumprida: A Crew Dragon resistiu à velocidade ultrassónica e altas temperaturas na reentrada para a Terra.

A cápsula Crew Dragon, da empresa SpaceX, já está de regresso à Terra - amarou esta sexta-feira manhã no Oceano Atlântico e foi recolhida intacta.

Termina assim com sucesso a viagem de teste daquele que é o primeiro veículo espacial de fabrico norte-americano concebido para viagens com humanos a chegar à Estação Espacial Internacional em oito anos.

A Crew Dragon chegou no último domingo à estação espacial, um dia depois de descolar de Cabo Canaveral, na Florida, e depois de 18 órbitas à Terra.

A cápsula acoplou com êxito, permitindo a entrada dos três astronautas, e esta sexta-feira, libertou-se com a mesma suavidade e precisão, dando início à sua viagem de regresso.

Apesar de ter sido concebida para o transporte de humanos, nesta que foi a sua viagem de teste a Crew Dragon não estava tripulada. Levava a bordo 180 quilos de mantimentos e um manequim ao qual foi dado o nome de Ripley, em homenagem personagem da saga de filmes "Alien", do realizador Ridley Scott.

O 'astronauta' Ripley estava equipado com sensores na coluna, pescoço e cabeça para que a Space X possa estudar o impacto da viagem para um ser humano.

Elon Musk prometeu que se esta missão corresse bem a Crew Dragon poderia transportar dois astronautas já este verão, ao abrigo do programa comercial tripulado da agência espacial norte-americana.

A próxima missão tripulada da NASA está prevista para junho, mas a Space X pode não ser a empresa escolhida para transportar os dois astronautas.

Desde o fim da Space Shuttle, em 2011, a NASA não tem capacidade para transportar astronautas para o Espaço e tem estado dependente da Soyuz, russa. Ofereceu por isso oito mil milhões de dólares às empresas privadas SpaceX e Boeing para construírem e operem novas cápsulas.

A Boeing vai testar a sua cápsula espacial CST-100 Starliner em abril.

Recomendadas

Patrocinado

Apoio de