A jurista Anabela Alves

"Ninguém é intocável no direito internacional penal"

Trabalha em Nuremberga, ao lado da sala 600, onde em 1946 se sentaram os nazis em julgamento. Mestre em Direito Penal Internacional pela Universidade de Londres, Anabela Alves participou no julgamento de Slobodan Milosevic, conhece em detalhe os meandros da investigação e da prova e assegura que ninguém é intocável no direito internacional penal. Acredita que em breve haverá detenções pelos crimes cometidos na Ucrânia e lamenta o facto de ser por culpa dos países ocidentais que não se vai mais longe na aplicação do crime de agressão.

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros

“Não estabeleço nenhuma equivalência: a Ucrânia é o agredido e a Rússia é o agressor”

Num mundo que fervilha, a diplomacia tornou-se mais imprescindível do que nunca. O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, acredita que a solução política para a Ucrânia será a única duradoura e sublinha a necessidade de firmeza nas medidas de isolamento internacional da Rússia. Admite que as consequências económicas da guerra vão exigir novos recursos a nível europeu, ao mesmo tempo que afasta o risco de uma nova austeridade no plano interno.